ASPECTOS DO INÍCIO DO PENTECOSTALISMO



ASPECTOS DO INÍCIO DO PENTECOSTALISMO

Nascimento de um pentecostalismo de idioma italiano realmente nasceu nos Estados Unidos dentro da Igreja presbiteriana italiana (de uma corrente valdense da Igreja), e esboça a figura de Luigi Francescon (1866-1964). Francescon que conheceu em 1907 William H. Durham (1863-1912), daí também está as origens das Assembléias de Deus Americanas.  
Foi fundada a  primeira Igreja de Pentecostal de idioma italiano em 15 de setembro de 1907, com missões de Los Angeles  e St. o Louis.  Em 1927 foi  para Niagara Falls, realizada a primeira Conferência  Pentecostal das  Igrejas Cristãs dos Estados Unidos, com o plano de doze artigos de fé.
Enquanto isso - desde 1908, surge a figura de  Giacomo Lombardi (1862-1934) - os italo-americanos  Pentecostais  promoveram missões na Itália.   Na primeira Guerra Mundial, mantiveram na Itália  aproximadamente dez comunidade  Pentecostais, e em 1928  aconteceu em Roma uma reunião nacional constitutiva das Igrejas Pentecostais italianas, presidida por representante das comunidades italo-americanas.  Insistiu Luigi  Francescon para  manterem-se  organizações radicalmente congregacionais e para a autonomia completa das Igrejas locais.

Esta decisão revelou  um erro sério, acima de tudo quando o fascismo - depois de um primeiro momento de tolerância - começou a repressão das comunidades  Pentecostais cujos ritos entusiásticos consideraram  prejudicial para  "integridade psíquica" dos participantes.    Com uma circular de  Guido Buffarini-Guidi de 09 de abril de 1935  os cultos  Pentecostais foram proibidos.   Por trás desta circular estava a Igreja Católica, agindo nas sombras da política italiana.   
Independente aos fatores europeus, o trabalho missionário cresceu nas Américas; alcançou  colônia italiana dos Estados Unidos na cidade de Chicago - desde Illinois em 1907.   Um irmão, do qual nunca soubemos o nome,  anunciou a mensagem divina ao irmão Luigi Francescon de Cavaso Nuovo (Udine) que era, para aquela época, ancião e condutor de uma comunidade livre pequena, mas saudável na fé evangélica.   
Luigi Francescon esteve em uma pequena missão, do ministro  nomeado W. H. Durham, verificando e entendendo que aquele despertar era o resultado de uma efusão nova e poderosa do Espírito Santo.   
Com esta certeza absoluta no coração  o irmão Francescon, reunindo-se com grupos pentecostais, foi batizado no Espírito Santo.     Entretanto, apesar de nascer esse sentimento nos Estados Unidos, o idioma inglês ainda era obstáculo e ficava restrito a evangelização aos italianos da América.        Dessa forma, Francescon fala ao Irmão Durham, Pastor da missão; que Deus havia revelado a ele para anunciar o evangelho aos italianos nas Américas.    Essa revelação foi repetidamente confirmada pelo Espírito Santo e mesmo hoje, podemos constatar o desenvolvimento maravilhoso do Plano Divino.   
Entre os anos 1907 e 1908 muitos outros italiano alcançados foram  conquistados pelo testemunho Cristão e foi formado assim em Chicago a primeira comunidade Pentecostal.  Em que eles também aceitaram a salvação no Cristo e a promessa do batismo no Espírito
Foi a partir dessa comunidade que partiram a maioria dos missionário ao mundo todo, notadamente para colônias de imigrantes italianos.   Iniciou-se em abril de 1908, onde quatro irmãos foram anunciar as Boas Novas na Itália.   Dessa missão não temos conhecimento sobre avanços ou recuos.     Três dos quatros irmãos logo retornaram aos Estados Unidos, decepcionados, porém, a história omite os acontecimentos. Esta missão então não alcançou o resultado esperado no programa dos irmãos entusiásticos que  tinham os promovidos reservadamente, isso é,  não fixou as fundações de um trabalho Pentecostal na Itália.   
Para o fim do ano 1908,  teve início  a atividade missionária guiada  por Deus para fazer nascer o Pentecostalismo na Itália.   O Irmão Giacomo Lombardi assume, pelo poder do Espírito Santo, a responsabilidade desta missão nobre. Este irmão já tinha consagrado a própria vida para o serviço Cristão e havia muitos  meses, a serviço de Deus.   Ele abandonou  toda atividade secular para usar o tempo inteiro e todas as energias pelo trabalho  do evangelho.    Deus preparou a esse irmão a fidelidade de sua numerosa família para a providência na ajuda diariamente.   
Esta ação de consagração e fé tem um valor incalculável, foi um ato de coragem, trabalho árdua durante todos os dias.  Privado de uma organização e de recursos. Deus quis assim mostrando que Seu poder está fora do alcance da imaginação humana.  Deus não constroem para pessoas, mas para habitação de Seu Espírito.
O  irmão Giacomo Lombardi partiu dos Estados Unidos e dirigiu-se para  Roma, contando com poucos amigos e uma vida de sofrimento ainda em sua mocidade.  Toda ajuda que recebeu foi do alto e sua confiança sempre esteve amplamente ancorada em Deus.   Inicialmente tentou a comunidade protestante, pregando o pentecostalismo, pensando ser melhor compreendido, mas sempre encontrou resistências, o que o desapontou profundamente.
Alguns pastores viram neste servo de Deus um perigo aos seus rebanhos enquanto outros viram-no como uma pessoa sem formação teológica que queria ascender ao púlpito.     Depois de meses de tentativas infrutíferas o  servo de Deus  pára bruscamente, cansado de andar de um lado para outro e ser ignorado até pelos membros de sua antiga comunidade. Deus tinha permitido o prolongado  trabalho estéril talvez para ensinar uma lição preciosa ao jovem missionário.
        Mesmo no sofrimento, Lombardi estava sempre pronto para ouvir a Voz do Senhor e, ouviu!  Dizendo - : " "alcance o homem que caminha em frente a você e fala com ele de meu Nome".    
    O servo  de Deus sem demorar e sem duvidar alcançou o senhor grisalho e depois de ter parado, disse-lhe: "Deus me envia que lhe anuncie uma mensagem! "   
    Surpresa agradável; para essas palavras o cavalheiro velho com um sorriso  aberto e exclamou: "Eu nunca perseguirei  quem vem a mim no nome do Deus."   
   Aquele homem velho venerável que teve que se ir deste mundo para a casa de Pai depois de poucos anos foi o primeiro para aceitar a mensagem do Pentecoste.   
    PRIMEIRO PASSOS   
O irmão Giacomo Lombardi, depois de cumprir sua missão que durou só alguns meses, fez retorno aos Estados Unidos e subseqüentemente se uniu ao Irmão Luigi Francescon e foram alcançar as Repúblicas da América do Sul e proclamar  a mensagem do evangelho.    Voltou posteriormente à Itália, sempre na propagação da Luz e da Verdade.    Mesmo em sua ausência, o trabalho prosperou desde então na Itália; ele no poder de Deus fez o começo; outros Servos de Deus deram seguimento ao seu exemplar e belíssimo trabalho.
Lembramos de irmãos que sucederam-se no trabalho, como:  Pietro Ottolini que de 1910 a 1914, com trabalho de  verdadeira devoção Cristã para a evangelização ao norte da Itália.    Também não é difícil de se lembrar da segunda atividade do  irmão Serafino Arena que talvez fora o primeiro que  trouxe  o testemunho  Pentecostal para a  Sicília.   O irmão Vincent Castelli que desde 1911, vindo de St.  Luis  trazendo  o testemunho Cristão na província na Alexandria e  o Casal Cermelli.     Irmã Lucy Menna de Chicago que depois de ter colaborado na missão do  irmãos Francescon e Lombardi de América do Sul, veio para a Itália para ir a anunciar a mensagem da graça para Gissi (província de Chieti).   
Alguns anos depois a isso já em 1913, a irmã  Giuseppina Zollo, vindo dos Estados Unidos, trouxe para sua própria contribuição de serviço no campo italiano e o que resultou de sua  atividade generosa as primeiras igrejas da província em Taranto.    Foram inúmeros outros irmãos e irmãs que trabalharam no início desta Obra Gloriosa.      Todos os Servos e Servas de Deus sentiam a necessidade de fazerem tudo com a Guia do Espírito Santo como regra absoluta em suas vidas.   Não tinham formação teológica, porém, tinham o Espírito Santo como guia.
Temos absoluta certeza que o trabalho na divulgação do sistema pentecostal foi guiado por Deus e seus Servos eram sempre pessoas humildes, viviam a pobreza e a providência Divina, sem ostentação, sem exibicionismos.  Foram verdadeiros instrumentos nas mãos de Deus e salvaram inúmeras vidas, mesmo nos silêncios da Primeira e Segunda grande Guerras, seus trabalhos prosperaram.
Os irmãos italianos nos Estados Unidos que tinham contribuído efetivamente no trabalho evangelístico na Itália,  não ignoraram a existência do Pentecostalismo que despertou na Itália e  eles não negligenciaram oportunidade para afirmar  isso na comunhão  espiritual  e nessa união disseminou em grande parte  nas duas grandes nações distantes, fazendo  disto um único organismo Cristão.       
Em abril/maio de 1927, as comunidades pentecostais estavam organizadas. Naquela época na cidade de Niagara Falls nà extremidade com o  Canadá, as comunidades dos Pentecostais realizaram  a primeira Reunião Geral ou, como tinham chamado subseqüentemente: a  primeira " Conferência do Ancião ".   
Assim ficamos conhecendo os primeiros e decisivos passos do Irmão Giácomo Lombardi e do Irmão Luigi Francescon, onde fundaram os movimentos pentecostais nos Estados Unidos, na Itália, no Brasil, Argentina e no Canadá. Formaram as Assembléias Cristãs da Argentina e Itália, a Congregação Cristã no Brasil e as Assembléias de Deus nos Estados Unidos.

Pesquisa - Erasmo Nascimento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tópicos de Ensinamentos CCB 2014